Podcast
O que esperar do mercado para hoje.
Panorama
As principais cotações no Brasil e no Mundo.

#ExploreSeusHorizontes

Top

Termos

O que é um contrato a Termo?

Um contrato a termo é um derivativo que expressa o acordo entre duas partes distintas, o comprador e o vendedor e é talvez o derivativo mais simples que existe no mercado, até porque muitas vezes não é negociado em bolsa.

 

O contrato se refere a compra e venda de um ativo e todas as condições da operação são feitas em comum acordo entre as partes, como preço, quantidade, data da liquidação, taxa de juros e etc.

 

E por se tratar de um derivativo, o contrato expressa a negociação desse bem (mercadoria ou ativo financeiro) para uma data futura.

  • Risco
  • Preços
  • Resgate
  • Imposto
Alto

Termos são derivativos com alta volatilidade por isso a Lerosa Investimentos não indica este tipo de operação a investidores que não possuam conhecimento do mercado e que estejam iniciando no mercado de Renda Variável.

 

A operação a Termo exige o depósito de garantias na CBLC (Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia). O cálculo da margem leva em consideração o custo para liquidação da posição e o financeiro caso haja uma mudança adversa no mercado. Este valor é acompanhado diretamente e, caso necessário, a Lerosa Investimentos poderá solicitar chamadas de margem adicionais para o investidor.

Mínimo de R$ 50,00

Para saber mais sobre os custos operacionais, clique aqui.

Mínimo de 2 dias úteis

As operações a termo podem ser liquidadas de duas formas: na data de vencimento ou liquidação antecipada. No caso da liquidação no vencimento, mesmo se o investidor não se manifestar, a operação será liquidada normalmente pelo preço previamente acordado, conhecido como Liquidação Financeira. Já para as Liquidações Antecipadas, o investidor poderá liquidar a operação a termo no mínimo 2 dias após a sua realização.

Em ambos os casos, no vencimento ou antecipado, existe a possibilidade de Liquidação por Diferença: para aquele investidor que já vendeu as ações que comprou a termo, a corretora simplesmente credita a diferença financeira entre a compra e a venda, sem transitar as ações na carteira do investidor.

I.R. de 15%

Ao contrário da negociação de ações no mercado à vista, nas operações de termos NÃO há isenção de I.R. nas vendas de até R$ 20.000,00.